“Brasil deve atualizar legislação contra ataques de hackers, dizem advogados” 16/01/2021

O sócio fundador André Damiani e a advogada Blanca Albuquerque foram destaque no Conjur:

“Nessa linha, André Damiani, criminalista especializado em Direito Penal Econômico e sócio fundador do Damiani Sociedade de Advogados, analisa que a principal solução não está em uma atualização legislativa, mas em um amplo enfoque para as práticas preventivas. “As organizações públicas, bem como as empresas que podem ser alvo de ataques de hackers devem implementar políticas de governança de dados para fortalecer os sistemas de segurança intrínsecos a elas e se resguardar de ataques de sequestro de dados.”

Entre outras medidas, Damiani sugere a realização de backups; utilização de redes wi-fi estáveis e seguras; instalação de antivírus e antimalwares; elaboração de uma política de privacidade e regras de segurança; e tentativas de ataques por “hackers do bem” com uma determinada frequência, para medir o nível de segurança.

“Porém, uma das principais providências a serem tomadas pelas empresas e órgãos públicos é o treinamento dos colaboradores e conscientização sobre os riscos de phishingransomware e demais estratégias utilizadas pelos hackers”, acrescenta Blanca Albuquerque, sócia de Damiani e especialista em proteção de dados pessoais pelo Data Privacy Brasil. “Além disso, as organizações devem ter uma estratégia muito bem delimitada para enfrentar casos de incidentes de segurança, definindo o que fazer desde as primeiras horas e como os colaboradores devem ser mobilizados nessas ocasiões, evitando pânico e desorganização em momentos importantes e decisivos”, afirma.”

Leia a reportagem na íntegra

2021-01-18T11:52:29-03:00